Pesquisar neste blog

Carregando...

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

O que eu fiz para merecer tanto? (Lc 1,39-45) (21/12/07)

O que eu fiz para merecer tanto?

        O que mais chama a minha atenção nesse Evangelho é a enorme alegria de Isabel pela visita de Maria. E nesta alegria, ela pronuncia algumas das frases mais belas que já foram ditas a Maria. Dentre essas frases, a que eu gostaria de refletir hoje: "Como posso merecer que a mãe do meu Senhor venha me visitar?" E realmente, eu não conseguiria medir o tamanho da alegria em meu coração, se um dia a mãe de Jesus viesse pessoalmente bater a porta da minha casa. Quando eu escutasse a voz dela na sala, de onde eu estivesse na casa, iria correndo para vislumbrar essa pessoa tão importante. E pensaria da mesma forma que Isabel: "O que eu fiz pra merecer tanto?" No caso de Isabel, ela estava grávida de 6 meses, e iria dar a luz a João Batista, o anunciador de Jesus. Além disso, Isabel era prima de Maria e era idosa. Por isso, Maria passou 3 meses cuidando de Isabel.

        Só sabe o imensurável valor de Maria, quem sabe a importância que uma mãe tem para um filho. Se nós, que somos tão pecadores, amamos nossa mãe, defendemo-la de qualquer mal, e gostamos tanto quando alguém a trata bem, imagine então o quanto Jesus valorizava a mãe dEle... Quem ama Jesus de coração, teria como não amar a sua mãe? Basta imaginar os sacrifícios que uma mãe passa por um filho, desde quando ele está no seu ventre, seu parto, os cuidados intensivos de dar comida, trocar fralda, dar banho, remédio, pôr pra dormir e acordar no meio da noite tantas vezes quanto for preciso... tudo isso para que tivéssemos A Salvação... E ela ainda teve que presenciar a morte dEle, com toda aquela humilhação...

        É por isso que eu concluo repetindo... Se Maria viesse visitar minha casa, a minha festa seria tão grande quanto a festa que Isabel fez para ela... Quem sabe um dia eu mereça... Quem sabe um dia você mereça... Para isso, é preciso "preparar a casa"... Pensemos: em quantas casas Maria deve ter entrado durante aquele tempo em que estava grávida de Jesus? E mesmo depois da gravidez? No entanto, o Espírito Santo só habitou quem "preparou a casa", ou seja, quem entendia a importância dela e do seu Filho.

        Preparemos nosso espírito para receber com todo o carinho a mãe do nosso Salvador, pois do jeito que ela cuidou de Jesus, ela cuida e cuidará de cada um de nós sempre que precisarmos.

 

Jailson Ferreira

jailsonfisio@hotmail.com



Um comentário:

  1. Muito linda esta reflexão, hoje irei explicar essa passagem e me ajudou muito. Parabéns pelas belas palavras que me tocaram muito.

    ResponderExcluir