Pesquisar neste blog

Carregando...

domingo, 17 de fevereiro de 2008

A Transfiguração de Jesus (Mt 17,1-9) (17/02/08)

A Transfiguração de Jesus

        Esse segundo Domingo da Quaresma é tradicionalmente dedicado à Transfiguração de Jesus no monte santo. Duas perguntas logo me vêm à mente: O que foi a "Transfiguração"? E para quê?

        Tudo o que temos notícia sobre esse episódio é o que os Evangelistas narraram, com suas limitações. Vale lembrar que o Evangelho de Lucas foi o mais rico em detalhes, pois ainda disse sobre qual assunto Jesus conversava com Moisés e Elias: a morte de cruz a qual Ele iria padecer.

        Mas e o "rosto brilhante como o sol"? E as "vestes mais brancas do que a melhor lavadeira poderia alvejar"? Se os três discípulos que presenciaram a cena foram fiéis na descrição do que viram, a única conclusão que podemos chegar é de que o Céu se abriu, e Jesus tomou conhecimento de todo o plano que seu Pai tinha para Ele.

        No dia do Batismo de Jesus, a voz do Pai disse: "Este é o meu filho muito amado, no qual eu ponho a minha afeição." E hoje, na Transfiguração, a voz disse: "Este é o meu filho amado, no qual pus todo o meu agrado. Ouvi-o." É uma ORDEM direta do Pai. Sem intermediários. E mesmo assim, Jesus só permitiu que esse episódio fosse revelado às outras pessoas, após a sua ressurreição!

        A cena da Transfiguração tem uma razão de ser, para os três discípulos que subiram com Jesus ao monte. Seria impossível duvidar da divindade de Jesus, após ter presenciado uma cena como aquela! E seria uma grande desobediência contra o Deus Todo-Poderoso se eles não seguissem aquela ordem direta: "Ouvi-o!" Essa é a ordem que nós também devemos seguir, para que possamos, um dia, ressuscitar e subir aos Céus transfigurados, mais limpos do que já estivemos algum dia nessa terra... O Pai nem chegou a dizer que deveríamos "seguir Jesus", pois já está implícito que quem o ouve, de verdade, vai seguir O caminho, A verdade e A vida.

Jailson Ferreira

jailsonfisio@hotmail.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário