Pesquisar neste blog

Carregando...

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Você QUER ser discípulo? (Mc 3,13-19) (23/01/09)

        No Evangelho de hoje, os Doze são citados nominalmente pelo evangelista Marcos, que faz questão de dizer que estes Doze foram escolhidos e designados por Jesus, dentre muitos outros que o acompanhavam em suas peregrinações. Estes Doze serão lembrados eternamente como os embaixadores do Reino de Deus, aqueles que foram responsáveis por levar a Boa Nova a todos os povos, de todas as línguas, dando continuidade à missão de Jesus neste mundo. Certamente, eles foram escolhidos após algum tempo de convivência com Jesus, no qual Ele pôde perceber a abertura e o interesse em assimilar e a capacidade de transmitir o Amor Verdadeiro. Será que se eu estivesse lá, vivendo naquela época, teria sido escolhido? Será que você teria sido escolhido? Ou talvez a pergunta seja um pouco mais provocativa: será que nós iríamos QUERER ser escolhidos?

        Esta é a pergunta que você e eu deveríamos nos fazer hoje. Pois naquele dia que Jesus escolheu seus Doze, deveriam ter muitos outros, os quais poderiam ter feito o pedido a Jesus: "Senhor, deixa que eu faça parte do teu grupo!" Mas o Evangelho não diz que outra pessoa tenha se manifestado, naquele dia, para fazer esse pedido. É verdade que muitos continuaram acompanhando Jesus, e que alguns que Jesus encontrou pelo caminho tenham pedido para se integrar ao seu grupo. A resposta de Jesus era simples e dura: "O Filho do Homem não tem onde recostar a cabeça para descansar." E conseqüentemente os seus discípulos também não. "Quem quiser me seguir, deixe tudo para trás, tome sua cruz e me siga." Era uma decisão séria e radical: deixar família, bens, conforto e segurança para seguir alguém que, naquele momento histórico, só tinha a sua Palavra e seus feitos como garantia.

        Os que decidem seguir Jesus nos dias de hoje, tem a vantagem de saber quem Ele realmente é, e o que é capaz de fazer, pela fé naquilo que foi escrito sobre Ele. Mas aqueles que não podem se comprometer a ser um dos Doze não são excluídos, muito pelo contrário, são convidados a mostrar que na sua vida, na sua casa, trabalho, lazer e em todos os momentos, pode pensar, agir e falar como alguém que soube assimilar a mensagem do Amor que Jesus veio nos ensinar. É possível sermos sinais do Amor de Deus onde estivermos. Portanto, sejamos exemplos, nos pequenos gestos do dia-a-dia, a começar dentro de casa... afinal, como já dizia um saudoso poeta carioca, gentileza gera gentileza...

 

Jailson Ferreira

jailsonfisio@hotmail.com

WWW.reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário