Pesquisar neste blog

Carregando...

terça-feira, 10 de março de 2009

A verdadeira alegria (Mt 23,1-12) (10/03/09)

        A humildade é o ponto central do ensinamento de Cristo nesta passagem. Em muitos momentos da Sua vida, Jesus deixa bem claro que nossos atos devem ser de eterna entrega a Deus e a nossos irmãos. Nesta leitura, Jesus denuncia mais uma vez a opressão dos poderosos contra os menos favorecidos, de como eles, apesar de muito falarem, pouco vivem as leis que tanto conhecem.

E quantos de nós também não fazemos isso? Somos tentados, a todo momento, a buscar reconhecimento? A vida nos ensina isso! As escolas, as faculdades, o nosso trabalho, em tudo somos cobrados e por isso mesmo acabamos buscando sempre que todos vejam como somos bons. É normal do ser humano. Entretanto, Jesus vem, justamente, quebrar as regras e apesar de ser um fato ocorrido a mais de 2.000 anos, é bem atual, e por isso mesmo Ele nos ensina a perceber que todo esse reconhecimento aos olhos do mundo é inútil, porque o que importa, de verdade, é o reconhecimento de Deus, e este ocorre na nossa humildade, nos atos em que o mundo não enxerga, mas que Deus está vendo.

Hoje, Jesus vem falar pra cada um de nós, que Deus vê tudo, que Ele sabe de tudo, que não devemos depositar aqui nossa esperança de recompensa, mas entregar a Deus nossos atos, pra que sejam principalmente atos de Amor, que Ele na Sua Sabedoria, vai nos recompensar. E que tenhamos consciência que nossa maior recompensa deve ser servir ao próximo, deve ser viver a experiência de ser de Deus em atos, palavras, e principalmente no nosso silêncio, essa é a verdadeira alegria que precisamos buscar.

Que o Senhor nos dê a graça de ter um coração humilde e contrito, com a certeza que os humilhados serão exaltados.

 

Ana Luíza Medeiros

analu_medeiros_86@hotmail.com

www.reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com



2 comentários:

  1. Ana, obrigado pelas palavras! É verdade mesmo o mundo exige que nos mostremos os bons, os competentes, os sem defeito, os cheios de sucesso enquanto Jesus demosntra que esse caminho nos infla de nós mesmos e dificulta nossa entrega a Ele. A cada dia tenho que me policiar para fazer o que é da vontade dele abandonando a minha mas isso é tão difícil, eu diria até, humanamente impossível. É com o auxilio de sua graça, obtida na busca pela sua presença (oração e leitura da Palavra), que isso é possível. Vou fazer o possível para me lembrar disso no dia de hoje.

    ResponderExcluir
  2. Celso,agradeço pelas palavras!Jesus veio nos mostrare quebra regras contra os porderosos, que não basta ter conhecimento da e sim platicar os ensinamentos.

    ResponderExcluir