Pesquisar neste blog

Carregando...

segunda-feira, 14 de março de 2011

Jesus tentado no deserto (Mt 4,1-11)

         Jesus foi duro na queda e não caiu em nenhuma das armadilhas do demônio. E nós?  Somos também fortes diante das tentações? Dizemos a satanás: "Some daqui, maldito, porque nem só de prazer, ilusões e mentiras vive o homem!"?

        Caro leitor. Como você sabe, somos tentados a toda hora.    Pela beleza da vizinha, pelo dinheiro no caixa da empresa nos dizendo: me paga, me pega, me pega... pelas oportunidades de ser poderoso custe o que custar, etc, e principalmente etc.

        A tentação do poder nos fascina! O desejo ou a ânsia de ser importante que está dentro do ser humano, tem levado muita gente para o cemitério e a alma para o inferno!

        Do ser humano mais santo, ou mais diabólico. Lá está a vontade de dominar os demais, de ser temido, respeitado reverenciado, adorado, etc. E o diabo sabendo disso nos apresenta a todo instante as mais loucas sugestões para saciarmos esta sede de poder. Poder político, poder econômico, poder social, e até familiar. Ser o máximo, o maior, o mais forte, o mais sábio, o mais santo, o mais inteligente, o mais perigoso, o mais violento, o mais temido, etc. É isso que mora dentro da mente de cada ser humano. Até certo ponto, tudo isso são anseios que fazem parte do progresso pessoal. Passando disso, é aquilo que é explorado pelo demônio para nos levar ao pecado, à destruição do futuro da nossa alma.

        A ânsia de poder a qualquer custo, leva o ser humano a buscar o poder mesmo sabendo que este poder o conduzirá à sua própria morte. Pois ser poderoso é o mais importante, nem que seja por pouco tempo.

        E desta maneira, os medrosos, os pobres, os fracos, os humildes têm de suportar atitudes de violência, de prepotência, de autoritarismo, de intolerância, de verdadeiro abuso por parte daqueles que assumem o papel de poderosos. E o pior, é que temos que engolir tudo isso, caso contrário, seremos eliminados para não atrapalhar os planos deles.

        A lição do Evangelho de hoje nos mostra  que este é um "caminho" altamente diabólico e não corresponde com o plano de Deus ensinado por Jesus Cristo.

        Uma vez eu ouvi um padre dizer em seu sermão dominical: O demônio é como um cão feroz amarrado. Ele só morde se você chegar perto dele. Ficamos longe do demônio quando nos aproximamos de Deus o qual nos dará toda força necessária para resistirmos toda investida de satanás. Todos nós somos tentados constantemente. Porém quando estamos na paz e na amizade de Cristo, as tentações não nos derrubam.

        As tentações estão em nossa volta e são mais perigosas quando somos jovens. É a moça de saia curta, é a viúva ainda jovem que sorri para nós, é o rapaz que insiste em procurar os olhos da mulher do próximo, é o contador da firma ou do banco que tem de empacotar aquele monte de notas de dinheiro e guardar no cofre pensando em suas dívidas, e em tudo o que poderia comprar com tanto dinheiro...

        Tudo isso são tentações que nos incita a pecar, morrendo para a vida de graça e nos tornando merecedores do inferno.

        Os filmes que mostram assaltos ou roubos são sempre campeões de bilheterias. Caso você esteja tramando um golpe na sua empresa, pense que hoje em dia, com a tecnologia, com as câmaras, a internet, e todo o avanço da informática, o mundo fica cada dia menor, e ninguém pode dizer que consegue sumir. Pegar o dinheiro e sumir, isso não existe mais. Se você escapar do GPS, sua mãe está indefesa eles vão localizá-la.

        Resista a tentação, não se arrisque, não vale apena. Pense no pior lugar da Terra, a cadeia, se não está preocupado com o inferno!

        "Vigiai e orai para não cairdes em tentação. O espírito está preparado, mais a carne é fraca."

         Jesus não está usando meias palavras, ou colocando panos quentes, Ele está se referindo ao pecado contra a castidade mesmo. Vigiar é tomar cuidado, se ligar, prestar atenção para não se envolver em nenhuma situação que nos leva mais cedo ou mais tarde ao pecado. A oração é o segundo conselho dado pelo Mestre para que possamos resistir às tentações. Satanás adora quem relaxa nas suas orações diárias. "...não nos deixeis cair em tentações, mas livrai-nos do mal. Amém." A coisa é tão séria que Jesus acrescentou na oração que nos ensinou, quando os discípulos pediram que os ensinasse a rezar, um pedido ao Pai para nos dar forças contra o pior mal. As tentações.

        Vamos fugir de toda situação de pecado. Porque seu espírito até pode estar preparado, porém a carne é fraca. O nosso corpo, que transporta nossa alma invisível, é semelhante a um frágil vaso de barro que abriga uma planta.

        Reze. Fica de olho. Não dê moleza para o demônio!

 

Sal.

MAIS OPÇÕES PARA SACIAR SUA SEDE DE DEUS.

http://liturgiadiariacomentada.blogspot.com/

http://homiliadominical.blogspot.com/

http://reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário