Pesquisar neste blog

Carregando...

terça-feira, 17 de novembro de 2009

A parábola dos talentos (Lc 19,11-28) (18/11/09)

        Cada um de nós recebe de Deus um talento, um dom, uma riqueza, uma vocação. Uns nasceram com uma linda voz, outros nasceram com habilidades para serem pilotos, outros com o dom de compor ou escrever, etc.

        Não é muito fácil descobrir a verdadeira vocação. Tanto é que tem muita gente por aí exercendo a profissão errada. Existem médicos cozinhando, tem pedreiros com talento de professor, tem professor trabalhando no comércio e assim por diante. É por isso que muita gente sofre  daquela doença chamada  INSATISFAÇÃO PROFISSIONAL que é o desajuste causado por exercer a profissão errada na vida. E a maioria são pessoas frustradas, irritadas infelizes, com tendências de repartir a sua infelicidade com os demais.

        Nós podemos fazer bem  uma série de coisas na nossa existência. Mais somente fazemos maravilhosamente bem, aquilo que nascemos para fazer. E somente quem exerce a verdadeira profissão na vida é que está realizado(a). Porque excede, extrapola, vibra de forma tão espetacular que acaba sendo pessoas notáveis na sociedade.

        São poucos aqueles que tiveram a felicidade de descobrir em tempo de exercerem a sua verdadeira vocação. Podemos contar nos dedos. Pelé, Fitipaldi, Nelson Piquet, Airton Sena, Jailson Ferreira, Roberto Carlos, são alguns exemplos.

        Entre aqueles que receberam o dom da fé, existem uns que também receberam o dom de cantar, outros de falar em público, e ainda outros receberam o talento de interpretar e explicar a palavra de Deus, por iluminação do Espírito Santo. Estes últimos são de extrema importância para a divulgação do Reino de Deus, através da evangelização. Esses serão cobrados por Jesus, semelhante a Parábola do evangelho de hoje.

        O Espírito Santo sempre nos conduz a descobrir os nossos talentos vocacionais, através do chamamento. Não podemos recusar o seu chamado.

        Já pensou que prejuízo seria se você tem o dom da fé, mais o dom da palavra, e mais o dom de interpretar e explicar e ainda não está exercendo este talento, esta vocação?

        Vocação é uma palavra de origem do latim, VOCARE que significa chamar, ou chamado. Exemplo: Ele foi chamado por Deus para ser padre.  Meu irmão, minha irmã. Se você foi chamado(a) para evangelizar, comece a  evangelizar  enquanto é tempo. Não enterre o seu talento, pois você será cobrado(a)  por isso, no dia do acerto de contas.

 

Sal

Conheça  HOMILIA DOMINICAL

http://reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com/ 



Nenhum comentário:

Postar um comentário