Pesquisar neste blog

Carregando...

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Tu és meu filho bem amado eu hoje te gerei (Lc 3,15-16.21-22) (10/01/10)

        Recordamos neste domingo o batismo de Jesus no Rio Jordão, e assim finalizamos o tempo de Natal. Jesus manifesta publicamente sua missão e sua adesão ao Pai, ao receber o batismo de João Batista, Jesus inicia o seu ministério. Ao celebrarmos e recordarmos o batismo de Jesus, vamos recordar o batismo que recebemos, que nos torna membros da uma comunidade, que nos convida a assumir o compromisso de cristão, seguidores e seguidoras de Cristo, e participantes de sua missão. Os leigos, assim como João Batista devem reconhecer sua missão, sem se vangloriar, ou esperar reconhecimento.

        João batiza na água. E Jesus vai ao encontro de João Batista, seu precursor, para ser batizado por ele, no meio do povo, e se batiza como um pecador comum, mesmo não tendo pecado. Jesus, o salvador se une àqueles que precisam ser salvos, concordando com a missão de João Batista, nos dá exemplo de sua humanidade e humildade, e nos mostra que a água tem o poder de lavar, e purificar a alma. O Batismo de João simboliza uma conversão interior, mas não o perdão dos pecados. Jesus batizará no Espírito Santo e com fogo, como aconteceu em Pentecostes. O batismo de Jesus comunica o Espírito Santo.

        Ao ser batizados por João Batista, o Espírito Santo se manifesta sobre Jesus, em forma de pomba, que simboliza a paz, o amor puro, a inocência e a simplicidade. E o Pai proclama sua filiação divina diante da multidão, vindo uma voz do céu: "Tu és o meu Filho amado, em ti ponho o meu bem-querer."

        "O batismo é o sacramento que nos incorpora a Cristo, tornando-nos da Igreja, templos do Espírito Santo, filhos de Deus e herdeiros do céu." Hoje, somos especialmente chamados para renovarmos nosso batismo, em comunhão com o Deus da misericórdia e da vida. Ao optarmos pelo batismo estamos assumindo nossa condição de filhos e filhas de Deus, nos comprometendo com nossa comunidade, praticando a justiça, o amor, seguir o exemplo de Cristo, sendo propagadores de sua mensagem, continuando sua missão. Que como filhas e filhos amados do Pai, possamos Dele ouvir: "Tu és meu filho bem amado; eu, hoje, te gerei ."

 

Mª Elian

VISITE  TAMBÉM OS MEUS  BLOGS  

http://reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com/



2 comentários:

  1. Se nós somos o Templo do Espírito Santo temos que nos alimentarmos com sabedoria. E comer cadáveres de Ovelhinhas Beibes não é sabedoria é falta de Amor Misericórdia Compaixão é contra a mensagem do Mestre Jesus.

    ResponderExcluir
  2. Olha a mamãe Ovelha com seu Beibe. Lindos !!!

    ResponderExcluir