Pesquisar neste blog

Carregando...

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Não podemos servir a dois senhores (Mt 6,24-34) (27/02/11)

         "Ninguém pode servir a dois senhores: pois, ou odiará um e amará o outro,ou será fiel a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro.

        Muitos já se embrenharam na aventuraram de servir a dois senhores, principalmente por causa de dinheiro, porém, por causa de paixão, isso também tem ocorrido, principalmente envolvendo as famílias. É o caso do homem que tendo esposa e filhos, se  apaixona por outra mulher. Ou a mulher que tenta se dividir no amor ou paixão entre o marido e outro homem. E por que tudo isso acontece? Pelo afastamento de Deus. Se maridos e mulheres tivessem em mente as palavras de Jesus: "O que Deus uniu o homem não separa",  com certeza resistiriam a qualquer tentação de se aventurar com outras pessoas.

        Por falar em tentação, o diabo consegue infiltrar-se na mente das pessoas que estão sem Deus de tal forma, que até conseguem que elas cometam crimes hediondos.  Filhos matam pais por causa da herança. Um verdadeiro absurdo!  Veja como o demônio consegue embaçar as mentes dos jovens de tal maneira que eles não enxergam o perigo de tal atrocidade. Nem percebem que os vizinhos  vão notar, e chamar a polícia. Não enxergam a justiça de Deus e dos homens que acabarão por puni-los, em vez de conseguirem ficar felizes desfrutando a herança. Isso nunca aconteceria, mesmo porque se conseguissem se livrar da justiça, eles teriam que conviver até o fim dos seus dias com a dor na consciência.

        Entre nós também existe outra forma de servir a Deus e ao demônio.  Deus não suporta o cristão chamado de  meia boca, do tipo que acende uma vela para Deus e outra para o diabo. Aquele cristão que no domingo vai à missa e na sexta-feira vai adorar o diabo em uma outra seita que disfarçadamente pode ser denominada com palavras suaves, mas no fundo nada mais é que uma forma de seguir o maligno.

        E a nossa Igreja que fique bem esperta, pois tais "cristãos" podem se infiltrar na comunidade, e provocar verdadeiros estragos, dominando o próprio padre, e toda a comunidade, destruindo a catequese.  E quando se perceber, a coisa já se enraizou de tal forma que fica muito difícil extirpar o joio do trigo.

 

        Foi o que aconteceu naquela paróquia, quando uma moça loira de olhos azuis e de cabelos aos ombros, começou a freqüentar, e de mansinho foi dominando tudo começando pelo jovem padre. Ela pertencia a uma seita satânica, e no final de 4 anos, a paróquia estava toda dominada. O padre continuava lá, totalmente em suas mãos! Os cristãos fiéis a Deus foram perseguidos e convidados a se retirar, e foram substituídos pelos seguidores daquela seita. A catequese foi destruída e no seu lugar foi criado uma espécie de clube no qual as crianças, sobe a desculpa de se fazer dinâmicas, brincavam, dançavam, comiam muitos doces, pipoca e groselha, e não se ouvia falar de Jesus. Os catequistas foram expulsos e trocados por jovens chamados de instrutores e treinadores. Construíram um grande salão, onde as crianças brincavam, nos fins de semana era alugado para festas, onde havia aulas de artes marciais, capoeira, entre outras maluquices que não tinha nada a ver com evangelização. Festas e mais festas, sendo que a mega-festa acontecia no dia de Cosme e Damião.  Nestes muitos eventos, muito dinheiro se arrecadava, e que não era aplicado na evangelização, ou revertido para a própria Igreja. Onde ia parar tanto dinheiro?

        A loira era tão poderosa que se infiltrou a diocese, colocando em várias paróquias lindas secretárias, que acabaram sendo secretárias dos padres, onde os comentários começaram a surgir, sem que o Bispo pudesse tomar qualquer providência, pois era ameaçado de escândalo. A tal loira, chamada por muitos de o diabo vestido de loira, era irmã do diretor de uma rede de televisão e de rádios com sede na capital daquele estado. Assim as muitas festas ocorridas naquela comunidade-clube  chamada de paróquia, eram vistas por muitos pela cobertura total na televisão e no rádio.

        E assim, o tempo foi passando, 10 anos 20 anos, os padres dominados todos vitalícios sem troca, até que tudo chega ao seu final.

        Aquela maldita paróquia hoje está novamente nas mãos de Deus,  pois " as portas dos infernos não se prevalecerão contra ela...".

        Um grupo de autênticos cristãos, acompanhados de vários padres de Roma, aproveitando a velhice e a doença do padre e daquela famosa mulher, invadiram a comunidade, e restaurou a vida da paróquia, assim como a catequese e a espiritualidade.

        E você está imaginando agora. Onde aconteceu isso? No Brasil? Você acabou de ler uma estória baseada em fatos verídicos, que pode acontecer ou pode está acontecendo bem aí na sua paróquia. Muito cuidado! Se for enfrentar os invasores, considere que estará enfrentando o próprio demônio, e para tal precisa da armadura de Jesus. Você precisa estar com Jesus, caso contrário será dominado também. Ou, mesmo estando com Jesus, você poderá ser congelado...  O importante é a sua fé. Junte-se com outros também de muita fé, e lembre-se das palavras de Jesus: "eis que estarei convosco até o fim dos tempos" .             

        Não tenha medo! "não vos preocupeis com o dia de amanhã..." .  Jesus vai lhe proporcionar os recursos necessários para combater o mal. Em hipótesis alguma Deus vai permitir por muito tempo que a sua Igreja seja dominada pelas forças do mal.  Se somos cristãos imitadores de Jesus Cristo, não podemos ficar de braços cruzados, vendo o demônio estragar a nossa comunidade. Jesus enfrentou aqueles que transformaram o seu  Templo em um covil de ladrões que visavam a satisfação de seus interesses pessoais.

        Por que nós vamos nos acovardar e deixar acontecer o pior?

 

Sal

MAIS OPÇÕES PARA SACIAR SUA SEDE DE DEUS.

http://liturgiadiariacomentada.blogspot.com/

http://homiliadominical.blogspot.com/

http://reflexaoliturgiadiaria.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário